Hackers iranianos alegam ter derrubado energia em Israel
Ransomware atinge empresa de logística no Brasil
USP, UFRJ e UFMG sob ataque de negação de serviço
Pane de rede retardou produção na Volkswagen
Site da Prefeitura de Suzano (SP) está fora do ar
DDoS atinge subdomínio da NASA

Assine nossa newsletter Premium e ganhe acesso ao grupo de WhatsApp In_Cyber.
Conheça também a versão Básica

Cibercriminoso maranhense invadiu 50 mil contas

Share on linkedin
Share on twitter
Share on facebook
Cibercriminoso maranhense invadiu 50 mil contas
John Cleiton: o mais procurado

A polícia do Maranhão prendeu em Bacabal (MA) John Cleiton Maia Sousa, de 22 anos, pela acusação de violar contas bancárias de terceiros por meio da internet. Ele é considerado o bandido que mais deu prejuízo nessa modalidade de cibercrime no estado, a ponto de ter aberto uma empresa no centro de Bacabal – a Reizinha Créditos – que oferece empréstimos consignados a aposentados e pensionistas. Segundo a polícia, John roubava cerca de 50 mil contas, tirando delas, periodicamente, apenas 33 centavos, para que o correntista não desconfiasse.  Ele tentou subornar os policiais oferecendo R$ 300 mil para que seu computador não fosse apresentado à justiça.

Ele demonstrou aos policiais como realizava as transações entrando num sistema da Dataprev, e em contas do Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal e de muitos bancos privados, inclusive criando contas instantâneas e vendo extratos de clientes e fazendo transferências de dinheiro. John disse que os sistemas são  falhos e permitem fraudes.

John foi preso em sua própria casa. Além dele foram presas mais três pessoas pelas mesmas acusações: Maria Edite Machado Aguiar, Cleide Soares dos Santos e Sebastião Bezerra dos Santos. Eles retornavam de Timon (MA), onde fizeram saques em agências bancárias utilizando cartões clonados e carteiras de identidade falsas.

Serviço de Inteligência da polícia apreendeu com a quadrilha vários computadores e celulares que serão periciados. De acordo com os policiais, Cleiton tem propriedades em nome de terceiros, como apartamentos, carros, casas, fazendas e gado.