Hackers iranianos alegam ter derrubado energia em Israel
Ransomware atinge empresa de logística no Brasil
USP, UFRJ e UFMG sob ataque de negação de serviço
Pane de rede retardou produção na Volkswagen
Site da Prefeitura de Suzano (SP) está fora do ar
DDoS atinge subdomínio da NASA

Assine nossa newsletter Premium e ganhe acesso ao grupo de WhatsApp In_Cyber.
Conheça também a versão Básica

Criptografia da Al-Qaeda ganha upgrade

Share on linkedin
Share on twitter
Share on facebook

Criptografia da Al-Qaeda ganha upgradePela primeira vez em sete anos, a Al-Qaeda mudou sua criptografia, passando a usar algoritmos mais fortes para suas comunicações, segundo relatório da empresa Threat Intelligence, sediada em Cambridge (MA), EUA. A análise feita pela empresa revela que a organização fez mudanças em função das revelações feitas por Edward Snowden, ex-prestador de serviços da agência de segurança nacional, a NSA.

Desde 2007 a organização utilizava um algoritmo chamado Segredos Mujahedin para suas comunicações pela internet e via celulares, mas evoluíram para novas técnicas em diferentes dispositivos. A Threat Intelligence observou um aumento no ritmo da inovação das comunicações da organização – na verdade novas plataformas jihadistas e três novas ferramentas de criptografia, de três organizações: GIMF, Comitê Técnico Al-Fajr e ISIS – within a three to five-month time frame of the leaks. Tudo desenvolvido nos cinco meses após as revelações de Snowden, iniciadas em junho do ano passado.

Surpreendentemente, as comunicações estão sendo feitas pelas redes ocidentais  (especialmente as americanas, já que em outros países o risco de detecção é supostamente maior) .