Hackers iranianos alegam ter derrubado energia em Israel
Ransomware atinge empresa de logística no Brasil
USP, UFRJ e UFMG sob ataque de negação de serviço
Pane de rede retardou produção na Volkswagen
Site da Prefeitura de Suzano (SP) está fora do ar
DDoS atinge subdomínio da NASA

Assine nossa newsletter Premium e ganhe acesso ao grupo de WhatsApp In_Cyber.
Conheça também a versão Básica

FBI combate compra de malware fora dos EUA

Share on linkedin
Share on twitter
Share on facebook

FBI combate compra de malware fora dos EUACirculou com rapidez nos forums de hackers europeus e australianos hoje a notícia de que o FBI, con o auxílio de policiais locais, está localizando e denunciando os compradores de malwares, especialmente o “Blackshades”, um RAT (remote administration tool) que permite ao usuário controlar redes de bots – em outras palavras, é o centro de controle de um exército de bots, que podem ser direcionados para ataques a qualquer endereço. O Blackshades possibilita, ainda, a captura de logins, senhas e endereços de email para uso posterior – em campanhas de spam, por exemplo.

Pelo que dizem os foruns, todos as detenções e intimações foram de pessoas que pagaram o RAT com PayPal. Qualquer conclusão sobre esse fato é razoável. Um comprador na Alemanha foi visitado pela polícia e seu computador apreendido. Na Holanda, um outro foi também visitado e a polícia levou dois computadores e um smartphone. Já há informações sobre apreensões no Canadá.

Por causa de seu poder, esse RAT ainda custa entre US$ 40 e US$ 100. Sabe-se que ele foi usado para infectar máquinas de dissidentes na Síria.