Hackers iranianos alegam ter derrubado energia em Israel
Ransomware atinge empresa de logística no Brasil
USP, UFRJ e UFMG sob ataque de negação de serviço
Pane de rede retardou produção na Volkswagen
Site da Prefeitura de Suzano (SP) está fora do ar
DDoS atinge subdomínio da NASA

Assine nossa newsletter Premium e ganhe acesso ao grupo de WhatsApp In_Cyber.
Conheça também a versão Básica

Fraudes com CPF: acompanhar situação do documento é essencial

Share on linkedin
Share on twitter
Share on facebook

O Cadastro de Pessoa Física (CPF) é um documento pessoal sensível, mantido sob os cuidados da Receita Federal. Em muitas situações, é obrigatória a apresentação desse documento, composto por 11 dígitos, como para abertura de conta bancária, inscrição de concurso público, matrícula em universidade e compra virtual e física.

Como o CPF é utilizado para diversas formas de identificação, é fundamental que esse dado pessoal e intransferível seja protegido de golpes e fraudes.

A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) faz alerta sobre esse tipo de crime. Um estudo da instituição realizado em 2022 mostrou que 30% dos brasileiros já foram vítimas de golpes, sendo alguns deles: compra de celulares com documentos falsos ou roubados; emissão de cartão de crédito com identificação falsa ou roubada; abertura de contas bancárias com documentos fraudulentos, entre outros. Acompanhar a situação do próprio CPF pode prevenir esse tipo de crime.

Como monitorar o CPF?

O CEO da Exato Digital, Leandro Casella, explica que há formas das pessoas se prevenirem contra golpes envolvendo o CPF. Algumas delas são: não compartilhar seus dados em sites duvidosos ou com perfis de redes sociais; questionar como o documento será utilizado ao realizar compras em lojas físicas e acompanhar o “status” do CPF como forma de conferir se há alguma irregularidade.

O acompanhamento da situação do CPF de uma pessoa pode ser feito através de uma solução de verificação de antecedentes. Para Leandro, o ideal é que o monitoramento seja feito uma vez ao mês, a fim de ter mais garantia que está tudo certo com o documento, principalmente se for utilizado, futuramente, em transações financeiras, como solicitação de crédito, financiamentos ou locações.

“Acompanhar a situação do documento é muito importante, pois, caso um CPF seja exposto inadequadamente, há riscos do titular ter sérios problemas, como empréstimo financeiro fraudulento”, detalha Leandro.

Fraudes “silenciosas”

Descobrir que foi vítima de vazamento de dados pessoais não foi nada agradável para o advogado Diógenes Augusto Martins. Ao realizar uma compra virtual em uma plataforma de e-commerce, ele percebeu que alguém tentou fazer uma compra utilizando seu nome e CPF.

A vítima conta que o golpista não conseguiu concluir a compra e que solicitou explicações para a plataforma virtual sobre como seus dados foram expostos, mas não recebeu explicações.

Muitas pessoas não têm a mesma sorte que o advogado e descobrem que foram vítimas de fraude apenas quando recebem notificação de pendência financeira.

“Geralmente, as fraudes ‘silenciosas’ acontecem a partir do vazamento de dados, situação que pode acontecer por meio de vários incidentes como, por exemplo, invasões de sistemas e violações de segurança”, finaliza Casella.