Hackers iranianos alegam ter derrubado energia em Israel
Ransomware atinge empresa de logística no Brasil
USP, UFRJ e UFMG sob ataque de negação de serviço
Pane de rede retardou produção na Volkswagen
Site da Prefeitura de Suzano (SP) está fora do ar
DDoS atinge subdomínio da NASA

Assine nossa newsletter Premium e ganhe acesso ao grupo de WhatsApp In_Cyber.
Conheça também a versão Básica

Nozomi Networks ajuda a facilitar segurança em ambiente industrial da Gerdau

Share on linkedin
Share on twitter
Share on facebook

Visibilidade de processos, inventário de ativos e escalabilidade com a segurança em nuvem são essenciais para acompanhar o roadmap de inovação industrial da líder em produção de aço

São Paulo, 23 de maio de 2023 – A Nozomi Networks, líder em Segurança OT & IOT, anunciou hoje que a Gerdau, maior empresa brasileira produtora de aço, escolheu a plataforma Nozomi Vantage para monitorar com segurança seus avanços tecnológicos na Indústria 4.0. O Vantage oferece suporte à continuidade dos negócios e reduz o risco operacional de maneira sustentável.

Com a hiperconectividade cada vez mais presente no ambiente industrial da Gerdau, recursos como visibilidade de processos, inventário de ativos, controle de anomalias e escalabilidade em nuvem, se tornaram essenciais para atingir os objetivos de inovação da companhia, sem comprometer a resiliência e os rígidos requisitos de segurança cibernética da Gerdau.

Para atender a essas necessidades, a Gerdau escolheu a plataforma Vantage, a solução da Nozomi Networks. A solução baseada em nuvem fornece uma camada adicional de cibersegurança com opções flexíveis de implementação que promovem economia em escala e redução do custo operacional. Operadores de usinas e profissionais de segurança têm acesso aos recursos de gerenciamento de riscos e relatórios de forma fácil, segura, com privacidade, agilidade e acessibilidade de qualquer lugar e a qualquer hora. Por se tratar de um modelo SaaS, o Vantage permite que a Gerdau crie máquinas virtuais (VMs) ilimitadas e tenha a flexibilidade de distribuir esses equipamentos da melhor forma dentro da arquitetura da companhia para obter a melhor visibilidade possível do ambiente.

Vitor Sena, CISO global da Gerdau, vê a abordagem de segurança cibernética OT como um ponto que precisa ser trabalhado com muito cuidado, pois não é a mesma abordagem de TI. Ele aponta que o custo de não proteger um ambiente OT sempre será maior. “Para uma infraestrutura crítica, o principal aspecto de segurança é a disponibilidade, então não podemos aplicar o conceito padrão de segurança de TI na OT porque simplesmente não vai funcionar. A configuração precisa ser customizada para sermos capazes de detectar rapidamente qualquer incidente. O Vantage da Nozomi Networks nos trouxe a clareza que precisávamos em nosso ambiente e nos trouxe escalabilidade e flexibilidade que não teríamos com um modelo tradicional de segurança”, conclui Sena.

O inventário e controle de anomalias operacionais e cibernéticas estarão cada vez mais presentes nos ambientes industriais, já que estão cada vez mais associados à redução de riscos operacionais, continuidade dos negócios e à segurança cibernética e física. Além disso, o inventário auxilia também nas manutenções preditivas no maquinário, reduzindo as chances de paralizações e falhas.

Nycholas Szucko, diretor regional da Nozomi Networks para a América Latina, diz que é gratificante observar a Gerdau e outras grandes empresas brasileiras priorizando cada vez mais a segurança em suas iniciativas de inovação. “O inventário de ativos, por exemplo, é fundamental para mapear os dispositivos conectados e, a partir daí, aplicar os controles necessários de segurança, afinal, só é possível proteger o que conseguimos enxergar. E quando notamos que os decisores estão compreendendo essa importância e fazemos parte de projetos como o da Gerdau, sentimos que estamos no caminho certo e que a maturidade das empresas na América Latina também está evoluindo”, explica Szucko.