Hackers iranianos alegam ter derrubado energia em Israel
Ransomware atinge empresa de logística no Brasil
USP, UFRJ e UFMG sob ataque de negação de serviço
Pane de rede retardou produção na Volkswagen
Site da Prefeitura de Suzano (SP) está fora do ar
DDoS atinge subdomínio da NASA

Assine nossa newsletter Premium e ganhe acesso ao grupo de WhatsApp In_Cyber.
Conheça também a versão Básica

Onde estão os melhores salários de TI e tecnologia

Share on linkedin
Share on twitter
Share on facebook

Os profissionais de tecnologia de São Francisco são provavelmente os mais bem pagos dos Estados Unidos, com salários médios de US$ 135.500 por ano. No entanto, os profissionais de tecnologia que procuram os maiores salários do mundo devem considerar uma mudança para Doha, capital do Catar. De acordo com uma análise de 28 cidades conduzida pela empresa Business Name Generator, os salários anuais de profissionais de tecnologia em Doha são em média de quase US$ 160.000. Isso é mais de 20% superior aos salários em São Francisco.

Doha é um local líder em transformação tecnológica. A cidade atraiu empresas como Microsoft, Oracle e Amazon, que estão investindo pesadamente em tecnologia. A profissão de ciência de dados é a mais lucrativa em Doha, com salários médios de US$ 451.000 por ano. Os engenheiros de software e os arquitetos de sistemas também estão entre os profissionais de tecnologia mais bem pagos da cidade, com salários médios de US$ 139.000 e US$ 136.000, respectivamente.

As cidades dos EUA dominam os dez maiores salários de tecnologia, com seis entradas. São Francisco está em segundo lugar com US$ 135.500.

“Sede do Vale do Silício, um dos centros de inovação tecnológica mais famosos do mundo, esta cidade dos EUA é conhecida por atrair talentos tecnológicos de todo o mundo”, diz o relatório.

Los Angeles e Nova York ficaram em quarto e quinto lugares com US$ 117 mil.

Washington, Chicago e Las Vegas estão pagando aos profissionais de tecnologia US$ 110.000, US$ 103.000 e US$ 100.000, respectivamente, ficando do 7º ao 9º lugares.

Os profissionais de tecnologia fora dos EUA também devem procurar os salários mais altos em Abu Dhabi, Hong Kong e Singapura.

As cidades com os salários mais baixos incluem Milão e Madrid, com médias de US$ 40.000 ou menos. Budapeste, Bangkok, Barcelona, Seul e Paris apresentaram salários de US$ 40 mil a US$ 50 mil por ano, seguidos por Tóquio e Dublin, oferecendo salários um pouco acima dessa faixa.

Não só os salários diferem em todo o mundo, mas o custo de vida na cidade afecta o rendimento final disponível de um profissional de tecnologia, que é o que resta depois de as contas essenciais serem pagas.

Doha ainda parece um lugar imbatível. Com um custo de vida anual respeitável na cidade relatado como US$ 32.911, incluindo aluguel e serviços públicos, os trabalhadores de tecnologia podem embolsar US$ 126.626 anuais ou US$ 10.550 mensais.

O custo de vida em Nova Iorque é duas vezes mais elevado, deixando os trabalhadores da tecnologia com um rendimento disponível de 50.400 dólares, ou 4.200 dólares por mês.

Ainda assim, em todas as dez principais cidades, os profissionais de tecnologia podem esperar economizar US$ 43.732 após despesas necessárias ou mais.

Enquanto isso, em Milão, onde os salários são os segundos mais baixos e o custo de vida quase os iguala, o rendimento médio anual disponível para profissionais de tecnologia é de 6.700 dólares, ou 560 dólares por mês. Essa foi a renda disponível mais baixa entre as dez cidades com salários mais baixos.

Os locais analisados no estudo incluem as 28 melhores cidades do mundo, retiradas do índice das Melhores Cidades do Mundo. Os salários médios por função para cientistas de dados, desenvolvedores de software, analistas de segurança da informação, analistas de sistemas de computador e desenvolvedores web foram encontrados usando o Glassdoor.