Hackers iranianos alegam ter derrubado energia em Israel
Ransomware atinge empresa de logística no Brasil
USP, UFRJ e UFMG sob ataque de negação de serviço
Pane de rede retardou produção na Volkswagen
Site da Prefeitura de Suzano (SP) está fora do ar
DDoS atinge subdomínio da NASA

Assine nossa newsletter Premium e ganhe acesso ao grupo de WhatsApp In_Cyber.
Conheça também a versão Básica

Relatório aponta riscos do e-Mail

Share on linkedin
Share on twitter
Share on facebook

A Symantec publicou ontem um estudo sobre os riscos representados pelo uso global de e-Mail (chama-se Internet Security Threat Report 2017). O estudo traça um panorama das ameaças encontradas nesse meio de comunicação. Atualmente, demonstra o documento, os cibercriminosos se aproveitam do fato de que e-Mails circulam por todo o mundo e são a principal forma de comunicação entre indivíduos e empresas. Um exemplo citado pelo estudo é  o phishing utilizando um falso documento do Google, identificado pela Symantec em maio deste ano.

Números

Estes são os principais fatos relatados no documento:

– O e-mail é o vetor de infecção mais comum no mundo virtual;
– A cada nove e-mails, um continha malware no primeiro semestre de 2017;
– Aproximadamente 8.000 empresas são alvos de ataques de Business Email Compromise (BEC) todos os meses (são emails de falsos presidentes, falsos diretores ou falsos gerentes ordenando transferências bancárias, por exemplo). As empresas sob ataque recebem em média cinco BEC e-Mails por mês.
– A taxa de spam no primeiro semestre de 2017 atingiu 54% (após períodos de retração nos últimos dois anos) e a expectativa é de que continue a subir até o final do ano.

Clique para fazer download do relatório

[wpdm_package id=’6867′]

Endereço do relatório no site da Symantec:

https://goo.gl/5WZowr