Hackers iranianos alegam ter derrubado energia em Israel
Ransomware atinge empresa de logística no Brasil
USP, UFRJ e UFMG sob ataque de negação de serviço
Pane de rede retardou produção na Volkswagen
Site da Prefeitura de Suzano (SP) está fora do ar
DDoS atinge subdomínio da NASA

Assine nossa newsletter Premium e ganhe acesso ao grupo de WhatsApp In_Cyber.
Conheça também a versão Básica

Segurança de e-Mail perdendo de goleada

Share on linkedin
Share on twitter
Share on facebook

Saiu o relatório trimestral da MimeCast sobre as ameaças que chegam pelo e-Mail e o cenário é bem ruim.

Uma das principais constatações é de que subiu em 80% o número de ataques com falsos remetentes dirigidos a empresas (chamados pelo FBI de BEC ou business e-Mail compromise). Quando são bem sucedidos, esses ataques resultam em grandes perdas. O nome do remetente em geral é de algum executivo poderoso na empresa. E o do destinatário o de alguém que pode movimentar dinheiro dentro da companhia – fazendo transferências bancárias por exemplo. O conteúdo do email pode ser do tipo “fulano, transfira tanto para a conta xis da empresa tal”. Se o destinatário cair, pronto, é lucro certo. Já aconteceu com muitas e continua acontecendo (procure no Google “BEC scam Austria” e veja como se perdem 50 milhões de euros).

O objetivo da pesquisa da MImeCast é entender melhor o número e o tipo de ameaças transmitidas por e-mail que estão conseguindo furar as defesas atuais das empresas. A pesquisa varreu perto de 142 milhões de mensagens que passaram pela segurança de e-Mail das organizações pesquisadas. Infelizmente os sistemas deixaram passar 203 mil links maliciosos contidos em 10,07 milhões de e-Mails – isso quer dizer um link malicioso a cada 50 e-mails verificados.

Na inspeção, 19.086.877 eram de spam, 13.176 continham arquivos perigosos e 15.656 tinham anexos comprovadamente de malware. Mas TODOS passaram e chegaram às caixas de entrada dos usuários. Os falsos remetentes dirigidos a empresas foram 41.605.