Hackers iranianos alegam ter derrubado energia em Israel
Ransomware atinge empresa de logística no Brasil
USP, UFRJ e UFMG sob ataque de negação de serviço
Pane de rede retardou produção na Volkswagen
Site da Prefeitura de Suzano (SP) está fora do ar
DDoS atinge subdomínio da NASA

Assine nossa newsletter Premium e ganhe acesso ao grupo de WhatsApp In_Cyber.
Conheça também a versão Básica

Sony vai indenizar usuários com US$ 15M

Share on linkedin
Share on twitter
Share on facebook

Em 2011, a rede PSN Sony – do PlayStation – foi comprometida por uma invasão do Anonymous, durante a qual os nomes dos usuários de contas, datas de nascimento, endereços de email e números de cartão de crédito foram comprometidos. A rede ficou fora do ar por vários dias, e mais de 77 milhões de contas de usuários da rede PSN ficaram expostas. Após esse incidente, a Sony pediu desculpas sobre o hack e anunciou um “Welcome Back” com pacote completo de jogos grátis mais velhos para os usuários da rede, mas isso não foi o suficiente para alguns.

No ano passado, a Justiça do Reino Unido multou a Sony em £ 250,000 (425.397 dólares) pela “grave violação da Lei de Proteção de Dados”, devido ao vazamento de informações das contas, que “poderia ter sido evitada.” Agora, a Sony concordou em um acordo preliminar de US $ 15 milhões em uma ação coletiva, explicando que isso evitará os custos associados com a luta contra o processo. “Continuamos a negar as acusações nos processos de ação coletiva, a maioria dos quais já havia sido indeferida pelo juízo de primeira instância, mas decidiu-se avançar com uma solução para evitar os custos associados com o prolongado litígio”, disse um porta-voz da Sony. Nos EUA, 65 ações coletivas foram arquivadas e tornaram-se uma só.