Hackers iranianos alegam ter derrubado energia em Israel
Ransomware atinge empresa de logística no Brasil
USP, UFRJ e UFMG sob ataque de negação de serviço
Pane de rede retardou produção na Volkswagen
Site da Prefeitura de Suzano (SP) está fora do ar
DDoS atinge subdomínio da NASA

Assine nossa newsletter Premium e ganhe acesso ao grupo de WhatsApp In_Cyber.
Conheça também a versão Básica

Vasco Security comenta a infecção de aplicativos no Google Play

Share on linkedin
Share on twitter
Share on facebook

Centenas de aplicativos no Google Play podem estar infectados pelo trojan BankBot como parte de uma estratégia para roubar dados bancários e de cartões de crédito de usuários de dispositivos Android.

Ele foi descoberto na última segunda-feira (17) em um aplicativo chamado “HappyTimes Videos”. Um especialista da empresa holandesa de segurança cibernética Security identificou mais um app contaminado: o “Funny Videos 2017”.

“Enquanto o malware de mobile banking no Android tem historicamente como alvo principalmente os bancos russos e os wallet providers, agora existem famílias de malware focadas em bancos europeus e americanos. Essas famílias pretendem roubar credenciais ou detalhes de cartão de crédito usando janelas de sobreposição (overlay) ou interceptação de SMS. A ascensão do malware de mobile banking na Europa e nos Estados Unidos mostra a necessidade de os bancos protegerem seus aplicativos utilizando a tecnologia RASP (Runtime Application Self-Protection)”, destaca Frederik Mennes, gerente sênior de estratégia de mercado e segurança da Vasco Data Security, líder global em soluções digitais, incluindo identidade, segurança e produtividade empresarial.

Integrada ao ambiente da aplicação, a tecnologia RASP possibilita uma proteção em tempo real mesmo que os usuários descarrem inadvertidamente malwares em seu dispositivo móvel. O RASP protege a integridade dos aplicativos para garantir que transações e dados não sejam comprometidos. Se ocorrer um ataque, o RASP detecta e bloqueia o código externo, permitindo que o usuário continue a rodar o aplicativo com segurança ou bloqueie e desligue o aplicativo se a integridade das informações estiver em risco.